Strawberry World: [RD] Biblioteca pessoal de Rajasta - Strawberry World

Ir para

Página 1 de 1
  • Novo tópico
  • Responder

[RD] Biblioteca pessoal de Rajasta

#1 Membro offline   Strawberry

  • Apoio Geral
  • Ícone
  • Gender:Male
  • 3
  • Cargo:Apoio Geral

Postou 02 outubro 2007 - 05:44

Imagem


"Biblioteca pessoal do sacerdote Rajasta.
Compilação de diários e anotações de muitos anos."


Imagem

0

#2 Membro offline   Rajasta

  • Rajasta
  • Ícone
  • 24
  • Cargo:Sacerdote

Postou 06 março 2010 - 03:53

Era um cômodo imenso, e com a luz do sol brilhando do lado de fora, parecia sinceramente sombrio. Não podia ser chamado de biblioteca. Não pelos termos clássico pelo menos. Talvez a biblioteca da Alexandria, a antiga Biblioteca da Alexandria, destruída a milhares de anos, pode ser o aspecto mais próximo que aquele cômodo tinha. Porque poucos livros existiam naquela assim chamada biblioteca. Milhares de pergaminhos e papiros, assim como muitas penas e tinteiros. Ali existiam documentos tão antigos, que sequer eram mencionados em qualquer catálogo. Sequer sabiam da existência tampouco. Era uma história praticamente perdida que existia ali, também um imenso cabedal de sabedoria. Mas que pouquíssimas pessoas sequer desconfiavam disso. Estavam ali, milimetricamente e totalmente organizado praticamente a história da humanidade.

O que muitos não sabiam, nem sequer imaginavam, é que Rajasta tinha muito mais anos que um ser humano comum teria. Mesmo um ser humano bruxo. Ele era da Atlântida antiga, um mero sacerdote no meio de tantos, que acabou por conseguir o cargo maior por muito tempo, graças à sabedoria adquirida. A magia usada na época, antes de Atlântida submergir, perdeu-se na cisão da magia, mas tanto eke e Deoris, remanescentes da antiga raça ainda viviam, à despeito dos anos que se passavam. Deoris conservava a juventude no rosto, parecia tão bela e tão jovem quanto naqueles tempos. Ele entretanto tinha envelhecido, principalmente depois que a ilha voltou à superfície.

Tinha lutado e brigado com Micon, o irresponsável Micon. Tinha abdicado de seu pretenso trono. Estava cansado. Muito cansado para dizer melhor. Os últimos meses, desde a instalação do Conselho dos Reinos ao qual ele tinha espertamente manipulado para ser construído, tinha se retirado para sua biblioteca. Tão somente lia, lia cada pergaminho que lhe passava nas mãos, como se nunca tivesse lido. Tirava o tempo para resgatar a cultura perdida por ele, no afça de fazer suas funções. Gostava sobretudo da calmaria que isso proporcionava em seu coração, era tão puro, tão belo, tão inenarrável.

Estava já cansado aquele dia, disposto a talvez sair para seus aposentos, dormir um pouco antes de voltar à biblioteca, como sempre ao nascer do sol. Mas algo, algo sublime veio à sua mão, quase que por acaso. Quem diria que aquele velho e alquebrado pergaminho ainda existia? Ninguém podia imaginar por certo. Nem mesmo ele, que sempre sabia de coisas antes de qualquer outro.

Ah! Ele sabia que a guerra se aproximava, tão sombria e talvez até mesmo mais aterrorizante e mortífera quanto qualquer outra guerra que tinha passado. Mas isso era para os meros mortais, ele que quase tinha a imortalidade garantida não se preocupava com isso. O máximo que poderia acontecer à Atlântida seria submergir novamente não é? Eles já tinham sobrevivivido a isso, não via problema nenhum em fazer isso espontaneamente se necessário fosse proteger Atlântida.

Esqueceu de ir dormir, perdido nas palavras antigas escritas naquele pergaminho. Quem diria que um dia faria isso? Mal sabia o quanto de informação teria em suas mãos antes do amanhecer...
Imagem
0

#3 Membro offline   Atlântida

  • Apoio Atlântida
  • Ícone
  • 25
  • Cargo:Apoio

Postou 08 março 2010 - 09:17

Deóris já estava dormindo, no quarto do casal, mas ao meio da noite, acordou e percebeu que o outro lado da cam estava vazio. Ergueu-se e colocou um robe de seda por cima da camisola. Nem sequer se questionou onde ele estaria, sabia muito bem que seu amado estaria na sua biblioteca, onde estava nos últimos meses. Antes de ir para a biblioteca, passou na cozinha e fez uma bandeja com lanches, para ele comer, caso não quisesse ir dormir. Estava preocupada com ele, já a algum tempo percebia que ele estava com o corpo envelhecido, enfraquecido. Sentia que já a algum tempo ele desligava-se da vida.

Viviam a tanto tempo, que era até natural que isso acontecesse. Mas ela percebia que desde a briga com Micon ele estava em depressão. E sabia muito bem o quanto ele era sábio e imprescindível para Atlântida. Seu coração estava em um triste dilema, ao mesmo tempo que ansiava como Rajasta pelo descanso, sabia que ambos eram necessários para o reino.

Entrou no cômodo e percebeu que o frio da aurora já tomava conta do ambiente. Por isso, depois que colocou a bandeja próxima a Rajasta fechou algumas janelas e foi até a lareira, acendendo-a com um aceno de mão.

- Querido, não vai dormir hoje? Já está próximo do amanhecer, e você não dorme a muito tempo. Sabe que precisa descansar....
Imagem
Deoris ~ Jací ~ Daní
0

#4 Membro offline   Rajasta

  • Rajasta
  • Ícone
  • 24
  • Cargo:Sacerdote

Postou 09 março 2010 - 08:30

Sim, certamente Rajasta estava cansado. A muito tempo que sentia que suas forças esvaiam-se facilmente nos últimos tempos. Mas a descoberta que tinha feito naquele pergaminho muito mais antigo que ele lhe dava forças para não querer dormir ainda. Precisava destrinchar cada linha daquelas palavras escritas em uma língua morta a tantos milhares de anos. Até mesmo ele que conhecia línguas mortas, tinha dificuldade em alguns trechos. Sem se importar com a esposa, levantou-se e foi até uma estante e procurou um pergaminho que já traduzido o ajudaria a entender melhor o texto achado.

- Sim eu sei minha querida, preciso dormir com certeza. Mas não posso parar nesse momento ou perderei todo o meu trabalho em tradução. É uma língua muito antiga, e tenho pelna certeza de que as informações aqui presentes são importantíssimas para nosso reino.

Para disfarçar a falta de cortesia que tinha tido ao sua esposa entrar na sala, foi até ela e a beijou, tomando o cuidado de lhe fazer um carinho em seu rosto. Deoris continuava tão bonita como sempre, jovem e viçosa como uma flor. E seu amor por ela continuava tão grande quanto o início do namoro a tanto tempo.

- Muito obrigada por ter trago essa deliciosa bandeja de lanches. Vai me ajudar a passar a noite até terminar essa tradução. E depois que fizer isso prometo que irei dormir até descansar totalmente. Estou aposentado, você sabe... disse com um leve amargor na voz, pois não gostava em absoluto de ter deixado de trabalhar por Avalon.
Imagem
0

#5 Membro offline   Atlântida

  • Apoio Atlântida
  • Ícone
  • 25
  • Cargo:Apoio

Postou 11 março 2010 - 09:13

Deoris suspirou. Como conseguir convencer Rajasta a ir dormir e deixar a tal tradução para outro dia? Estava realmnente preocupada com seu amor, e o a última frase demonstrou sua maior preocupação. De homem ativo, empreendedor e autoritário, ele parecia ter murchado quando tinha entregado o cargo. Ficava apenas lendo, alheio a tudo e a todos. Já tinha tentado de tudo, mas o olhar ausente não sumia de seu rosto.

- Então vou ficar aqui com você e dormiremos juntos. Me passe parte dessa tradução eu te ajudo. Sabe que sou boa com línguas antigas.

Sentou-se na mesa na mesma hora e serviu duas xícaras de café bem forte, para aguentar a noite sem dormir, uma para ela e uma para o marido, que colocou à sua frente. Sua tentativa, mesmo sabendo que era infrutífera, era que Rajasta desistisse da noite sem dormir e fosse embora com ela. Não podia dar-se ao luxo de ver seu grande amor definhando na sua frente.

Sem esperar por resposta dele, pegou o pergaminho e começou a ler, e quando começou lentamente a traduzir a primeira linha, entendeu porque Rajasta recusava-se a ir dormir. Ele realmente tinha razão, aquelas informações eram de suprema importância, mais do que ela imaginava a princípio.

- Mas isso muda tudo não é mesmo? tudo praticamente, é o caos, certamente que virá!
Imagem
Deoris ~ Jací ~ Daní
0

#6 Membro offline   Rajasta

  • Rajasta
  • Ícone
  • 24
  • Cargo:Sacerdote

Postou 15 março 2010 - 09:55

Era certamente por esse motivos que os dois estavam juntos após tantos milênios. Um compreendia o outro de maneira completa. Não existiam muitos mistérios entre o casal. E Rajasta gostou de saber que não passaria aquela noite sozinha em sua fria biblioteca. Além com a ajuda de Deoris a tradução seria mais rápida, pois ela dominava mais aquela língua que ele. Não demorou muito tempo para que ela percebesse a importância do que tinham em sua frente.

- É impressionante como um pergaminho tão antigo pode conter informações tão importantes e atuais. Se eu estiver certo, e sabe que eu raramente erro, o que aconteceu no Egito foi o início dessa descarga energética. Parece que é o fim da era de peixes, afinal tão esperada. E sabe o que isso quer dizer não é? Para começar Atlântida não vai conseguir ficar mais na superfície. Não sem uma grande união de todos os reinos.

Não tinha é claro traduzido nem um terço, mas a cada momento via com mais preocupação tudo o que lia. Sentia que algo de grandioso estava surgindo e justamente por isso tinha sugerido a inédita construção de um Conselho dos Reinos Mágicos. Mas isso que estava previsto ali naquele pergaminho era muito mais grandioso do que tinha inicialmente previsto e arrepiava-se ao pensar no que poderia acontecer se não tomassem as providências corretas.

- É somente uma previsão, mas sabe muito bem que esse astrônomo nunca errou em suas previsões, e as condições das estrelas são exatamente essas que ele descreveu... Por isso a urgência em traduzir isso, minha querida.
Imagem
0

#7 Membro offline   Atlântida

  • Apoio Atlântida
  • Ícone
  • 25
  • Cargo:Apoio

Postou 18 março 2010 - 09:07

Deóris concordou com o marido em suas palavras. Se aquilo fosse verdade os reinos mágicos só sobreviveriam se fossem muito unidos e fortes. Achava difícil, ao longo dos tempos, muitos dos reinos tinham desaparecido. A bem da verdade ainda existiam reinos fortes, mas não sabia se eles se uniriam para defender uns aos outros, por causa do risco de ataques sucessivos em diversos reinos. Além disso, ainda existia a inexplicável desaparecimento do anel da terra, do reino Inca. A urgência da situação a forçou a ficar horas mesmo o sono a consumindo. Fez mais de um bule de café, para aguentar ficar tanto tempo acordada.

A tradução se mostrou muito mais complicada do que tinha pensado no início. Muitas das palavras tinham desaparecido no pergaminho, ou esse estava tão gastao em alguns pontos que não era possível traduzir. Mas chegou um momento em que ela percebeu claramente que faltava um grande pedaço daquela antiga profecia.

- Essa parte parece que foi deliberadamente rasgada, veja Rajasta. E o que é pior, é onde tem uma parte importante para entender toda a profecia. Não sei o que faremos com isso.... Dessa maneira, fica incompleto o entendimento do contexto total.
Imagem
Deoris ~ Jací ~ Daní
0

#8 Membro offline   Rajasta

  • Rajasta
  • Ícone
  • 24
  • Cargo:Sacerdote

Postou 21 março 2010 - 08:46

Ninguém melhor que Rajasta para saber o quanto era perigoso não ter todos os elementos para chegar a alguma conclusão. Tinha sido por isso mesmo que a tantos e tantos anos tinha perdido a batalha contra Dyalus. Foi com a experiência é que aprendeu a falar menos, a ouvir mais e ver todos os ângulos antes de tomar alguma decisão. Os jovens talvez nuca entendessem sua natural resistência a decisões apressadas. Mas ele sabia o quanto poderia prejudicar as pessoas agindo intempestivamente. Era naturalmente calado e agia somente depois d emuito pensar. Deoris estava correta ao demonstrar sua preocupação, e ele mesmo já estava questionando-se a mesma coisa.

- Sim está correta minha querida. Mas eu acho que sei o mistério do sumiço. Deve estar em Avalon. Lembre-se que muitos atlantes ao sairem daqui antes da ilha submergir foram para Avalon...

O sol já aparecia no horizonte e ele suspirou cansado. Tinha concluído a tradução até onde podiam. Mas agora precisavam da continuação do pergaminho.

- Vamos dormir, descansar dessa longa noite. E quando acordarmos entramos em contato com Avalon, pedindo que nos envie esse documento se lá estiver...
Imagem
0

#9 Membro offline   Atlântida

  • Apoio Atlântida
  • Ícone
  • 25
  • Cargo:Apoio

Postou 18 abril 2010 - 08:11

Já era mais de 10 horas da manhã quando o casal finalmente voltou para a exclusiva biblioteca para terminar a tradução que ainda restava. Ambos tinham dormido muito mais que o esperado, e mesmo tendo acordado mais cedo, Deoris deixou o marido dormindo mais, sabendo o quanto ele estava cansado e cada vez mais fragilizado ao longo dos anos. Quando ele enfim acordou ela ainda o fez permanecer na cama, lhe trazendo o café da manhã na bandeja. Somente quando sentiu que as linhas de cansaço nos olhos estavam desaparecidas, foi que permitiu que ele enfim levantasse.

Mas mesmo assim seguiu-o, disposta a ajudar na tradução para que tomasse menos tempo. E ambos sentaram-se na mesa, com uma bandeja com café e biscoitos à disposição se tivessem fome. Chegou a hora do almoço, e mesmo tentando, Rajasta recusou-se a sair dali, pois segundo ele a tradução estava num ponto que não podia parar. E lá foi Deoris na cozinha, para arrumar a refeição e trazer em bandejas para ela e Rajasta. A sacerdotisa que a tinha ajudado, deixou a bandeja próxima à Rajasta e saiu da biblioteca um tanto receosa, já que era a primeira vez que era permitida sua entrada ali.

Depois que ambos comeram, com os dois traduzindo logo o trabalho estava bem adiantado, embora faltasse uma parte importante dos pergaminhos. Mas a certeza que tinham era cada vez mais absoluta. Era quase certa a aproximação de uma grande batalha, da qual saíriam muitos mortos. Deoris comentou, após terminar mais uma página.

- As condições astrológicas são quase idênticas às relatadas nessas páginas. E para piorar, Eilan teve uma visão sobre essa batalha a pouco tempo. Temos que ir para Avalon e comunicar tudo isso. Somente a união nos ajudará nesse momento....
Imagem
Deoris ~ Jací ~ Daní
0

#10 Membro offline   Rajasta

  • Rajasta
  • Ícone
  • 24
  • Cargo:Sacerdote

Postou 20 abril 2010 - 11:57

Sinceramente a última coisa que Rajasta gostava era de sair de Atlântida. Não gostava do frio da Inglaterra, nem tampouco da falta de conforto de sair de sua casa. Era um homem idoso, gostava do conforto de sua casa. Mas suspirou, sabendo de antemão que Deoris estava certa. Além do mais, precisavam ser rápidos se quisessem salvar os reinos mágicos.

Ergueu-se da cadeira, e com cuidado, enrolou cada pergaminho e colocou na estante com carinho. Cada livro ou pergaminho que ali estava, tinha uma razão específica. Era sua verdadeira paixão o estudo sistemático dessa sabedoria antiga. Já tinha aprendido a muito tempo que os povos mais antigos tinham uma imensurável sabedoria, que nunca tinha sido descoberta.

- Mesmo que não goste de sair daqui, não vejo outra opção. Não seria bom pedir para Isarma fazer isso por nós? perguntou ainda tentando arranjar uma opção.

Ignorava ele, que a família não estava mais no reino, e que ninguém tinha conseguido informações sobre o paradeiro do casal e do filho. Era um mistério insondável ainda, talvez para sempre. Olhou esperançoso para Deoris, esperando que ela desse essa resposta positiva. Às suas costas, esperavam tantos livros para serem lidos, tanta sabedoria para ser descoberta.
Imagem
0

#11 Membro offline   Atlântida

  • Apoio Atlântida
  • Ícone
  • 25
  • Cargo:Apoio

Postou 22 abril 2010 - 09:11

Rajasta era tão distraído que nem mesmo sabia do mais novo escândalo de Atlântida. Deoris sorriu para o marido, como se percebesse mais o quanto ele se preocupava somente com a leitura de seus livros. Com carinho, explicou para ele sobre o ocorrido.

- Isarma e Laydara não estão em Atlântida, meu querido. Ninguém sabe realmente onde estão, já fazem duas semanas que desapareceram sem dar nenhuma notícia. Só sabemos que usaram o portal do reino, mas não sabemos nem mesmo para onde foram.

Claro que as fofocas estavam ativas, muita gente achava diversas coisas e muitas teorias tinham sido criadas. Mas ninguém sabia realmente o que tinha acontecido. Tudo o que tinham de certeza era que uma estranha e misteriosa carta tinha chegado e o casal viajou em menos de duas horas depois disso. Alguns diziam que a carta era do filho do casal, Micon.

- Temos inclusive de ver quem irá substituir o casal no comando de nosso reino. Você já se aposentou a tantos anos. Todos juravam que seria Micon, mas esse desde o nascimento da filha não quis mais saber de Atlântida. Talvez seja o caso de colocarmos isso em votação o mais rápido possível, pelo menos uma substituição até sabermos o que aconteceu com o casal.
Imagem
Deoris ~ Jací ~ Daní
0

#12 Membro offline   Rajasta

  • Rajasta
  • Ícone
  • 24
  • Cargo:Sacerdote

Postou 25 abril 2010 - 11:49

O inesperado da revelação fez Rajasta sentar-se novamente na cadeira, e colocar a mão em seu coração. Estava andando tão distraído assim que não tinha visto o que estava acontecendo em seu reino? Percebu o quanto tinha se distanciado de tudo, principalmente depois daquela reunião de instituição do Conselho dos Reinos. Por mais que soubesse que tinha sido acertada a decisão, percebeu que Atlântida precisava dele naquele momento. Não como administrador, mas como mentor.

- Porque ninguém me avisou dessa tragédia? Há quanto tempo isso aconteceu?

Tinha que examinar seus instrumentos depois dessa informação. Não era como Eilan, que as visões vinham espontaneamente sem previsão. Por ser um vidente por tantos anos, ele controlava onde e quando teria as previsões. Tinha se esquecido disso nos últimos dias, absorvido pela leitura de seus livros, mas o fato é que era uma grande crise que Atlântida estava passando.

- Por favor Deoris, arrume nossas coisas para partirmos para Avalon, enquanto isso, vou examinar meus instrumentos para saber o que o destino nos reserva e como poderemos substituir Isarma e Laydara. Não se demore, precisamos agir prontamente agora.

Os passo antes lentos, tornaram-se lépidos. A crise o fazia voltar à juventude novamente, sempre tinha sido assim. Não seria diferente agora. Saiu da sala e entrou em seu misterioso laboratório, lugar onde só era permitida sua presença.
Imagem
0

#13 Membro offline   Atlântida

  • Apoio Atlântida
  • Ícone
  • 25
  • Cargo:Apoio

Postou 01 maio 2010 - 04:51

Como explicar para Rajasta a preocupação constante que tinha com sua saúde. Mesmo que ele não tivesse percebido a tempos que ele só se mantinha preso à própria casa, sem interagir com mais ninguém além dela. Sabendo o quanto ele tinha sido muito ativo, e percebendo seu cansaço que só aumentava a cada dia, tinha preferido comentar sobre mais essa crise que o reino enfrentava. Primeiro tinha achado que eles voltariam logo e depois que ao menos dariam alguma explicação. O comportamento inesperado do casal, e francamente irresponsável ia de encontro com tudo o que conhecia.

- Não achamos que demorariam, e tampouco que nos manteriam sem a menor informação. Agora francamente estamos achando que algo muito grave aconteceu, ou já teriam mandado informações. Somos um reino mágico e existem muitas formas de comunicação existentes.

Sabendo que Rajasta estava correto, avisou ainda antes de sair para arrumar uma pequena bolsa para viajarem.

- Acredito que Francesco é uma boa opção para a substituição de Isarma até escolhermos outros dirigentes ou eles voltarem. E podíamos aproveitar que estamos indo para Avalon e pedirmos esse favor.

Pelo menos de uma coisa, Deoris percebeu que estava errada, a lepidez dos passos com que Rajasta saiu da sala, lhe indicou que ele gostava de atuar em crises, e voltava a ter nova energia. Pelo menos para isso servia estarem sem nenhum dirigente, pensou.De qualquer forma, logo já tinha ido ao quarto do casal e depois de fazer uma sacola com algumas mudas de roupas, ela tomou banho e trocou de roupa. Sabendo que Avalon, sempre envolta em brumas, estaria muito mais frio, teve cuidado de colocar agasalhos bem quentes para colocarem tão logo saíssem do portal no Tor de Glastonbury. Rajasta não demorou muito tempo, como tinha prometido, e logo o casal saía de Atlântica, aventura que não faziam a muitos e muitos anos. Deoris estava até mesmo ansiosa por essa aventura.
Imagem
Deoris ~ Jací ~ Daní
0

Página 1 de 1
  • Novo tópico
  • Responder

4 usuário(s) está(ão) lendo este tópico
0 membro(s), 4 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)