Vaywa: Uma nova dimensão da Magia: VAYWA 2014, FELIZ ANO NOVO, FELIZ RECOMEÇO! - Vaywa: Uma nova dimensão da Magia

Ir para

Página 1 de 1
  • Novo tópico
  • Responder

VAYWA 2014, FELIZ ANO NOVO, FELIZ RECOMEÇO!

#1 Membro online   Jussara Ícone

  • Sarah Robbins
  • Informações do RPG
  • ID: 1

    Postou 31 dezembro 2013 - 11:26

    Ainda me lembro de como em 2009 com minha vida virada de cabeça para baixo, pouquíssimo tempo da morte de minha mãe, o site ao qual eu tinha tanto carinho começou a ruir. Não houve compaixão e nem tampouco uma visão de ninguém, nem tampouco minha. Eu não tinha força para lutar por algo que me atacava. E por isso mesmo, fiz o que foi possível, bloqueei todos que me atacaram e permaneceram nos meus contatos somente com os poucos que me apoiaram. Não me arrependo disso. Pessoas que só pensam no próprio umbigo não servem para serem meus amigos.

    Arrependo-me de coisas que fiz na hora da raiva sim, mas não de me afastar de quem me fez mal, depois de anos eu mantendo um site com tanto carinho e empenho, sem cobrar nada de ninguém. Fiz amigos virtuais ao longo de todo esse tempo. Mas não os coloco em quantidade e sim em qualidade. Amigos que estiveram realmente ao meu lado quando precisei numa e noutra crise. Não sou santa não, apenas nunca chutei quem tá no chão, como fizeram comigo por duas vezes na internet. No primeiro, foi com proporções muito maiores, com consequências muito mais sérias, pois administradores de um site pelo qual trabalhei anos, preferiram me fazer de bode expiatório do que assumir as próprias culpas. No caso deles, as mentiras, embora ainda mantidas em comunidade do Orkut são claramente vistas, já que sem a principal trabalhadora do site, eles fecharam em poucos meses. Não por minha culpa, mas porque todos eles queriam apenas a glória e não o trabalho que era eu quem fazia.

    Mas o segundo, embora em proporções claramente menores, foi mais profunda, visto que estava a menos de dois meses da morte da minha mãe, com a vida totalmente virada. Muita coisa mudou desde então. Terminei a história dentro do que me foi permitido, fechei o site, e abri um novo, o Vaywa. Esse é um site definitivamente mais íntimo, poucos foram convidados, poucos escrevem. E está bom assim, pois não quero mais ser judas para ser malhado por ninguém. Principalmente adolescentes sem noção e educação que não sabem o trabalho que dá para manter um site e fórum. Sim, o Vaywa é pequeno e pouco eu escrevo atualmente. Mas minha vida tá corrida, estou com pouco tempo e com muito trabalho.

    Sinto muita falta dessa prática de escrever, de entrar nesse mundo de fantasia, criar tramas, obstáculos e amores. Amo muito tudo isso, e amo muito quem ama isso (e não me ataca). Sinto falta de algumas pessoas e é com especial tristeza que lembro de alguns que acreditava serem amigos, mas preferiram ir com a maioria, não lembrando tudo o que eu tinha feito, e tudo o que eu passava. Esqueci tudo o mais. Pessoas que não são importantes passam, fatos que não são importantes passam. Não desejo mal a ninguém, nem em quem plagiou minhas coisas, me culpou por suas culpas, nem mesmo em quem mantêm o maledito tópico de calúnia e difamação. Sabe como vejo? A justiça divina é muito mais poderosa que eu. Manter um tópico de ódio, só traz ódio para você também. Eu não! prefiro amar, é muito mais efetivo e complexo!.

    O fato é que 2014 já está começando amanhã, e estou aqui, expurgando todo o resto, finalizando. Perdoo a todos vocês que fizeram bullying comigo. Perdoo de coração, e sigo em frente. E mantenho meu cantinho, mesmo que postando pouco, ainda é especial, ainda é meu, e não estou abrindo mão disso.

    Quero desejar um feliz 2014 para todos que eu amo e que me amam (mesmo que poucos são especialíssimos), desejo um recomeço para quem quiser, saúde, amor, paz, dinheiro, muita amizade e muita prosperidade. Que todos possam realizar seus sonhos, seus desejos, e que, principalmente todos possam crescer nesse ano que se inicia. E para quem ainda me odeia, dou uma dica largue o ódio e a perseguição de lado. Quando for atacar alguém, lembre-se que você pode ser melhor. Com a graça de Deus, nunca ataquei ninguém, nunca caluniei ninguém, e procuro manter uma rotina de amor e não de ódio. Vocês podem ser melhores do que são atualmente, assim como todo mundo, inclusive eu.

    É isso que peço a Deus nesse ano que se inicia, me tornar melhor, enquanto pessoa e espírito. Fazer o bem sem olhar a quem, e encontrar sempre muito amor. Como diria uma máxima da década de 1970, “faça amor, não faça guerra”. Muita luz e amor para todos.
    Imagem]
    0

    Página 1 de 1
    • Novo tópico
    • Responder

    1 usuário(s) está(ão) lendo este tópico
    0 membro(s), 1 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)