Vaywa: Uma nova dimensão da Magia: Gazeta de Vaywa - Vaywa: Uma nova dimensão da Magia

Ir para

Página 1 de 1
  • Novo tópico
  • Responder

Gazeta de Vaywa Edição 1

#1 Membro offline   Vaywa Ícone

  • Apoio
  • Informações do RPG
  • ID: 2

    Postou 12 agosto 2011 - 09:48

    Imagem
    Imagem
    0

    #2 Membro offline   Vaywa Ícone

    • Apoio
    • Informações do RPG
  • ID: 2

    Postou 12 agosto 2011 - 09:50

    O seqüestro da Rainha Miranda e príncipe Drake

    Imagem
    A Rainha Miranda Crawford em um evento beneficente recente

    Há longos seis meses nosso país vive uma consternadora situação com o desaparecimento sem explicações de sua Rainha Miranda e seu príncipe herdeiro, único filho de Vossa Majestade, o Rei Zemune. A tristeza grassou pelo reino e pelo castelo real. Mas há pouco tempo, uma leve brisa parece que pode levar embora essa tristeza.

    Não conseguimos nenhuma informação concreta sobre o assunto, mas dizem alguns criados que imploraram para não serem identificados que enfim foi descoberta a localização do paradeiro dos dois membros da família real. Suspeita-se, infelizmente que ambos tenham sido sequestrados pelo rei de Ockley, Melifius. Se essa for a verdade, o pais enfim sai da tristeza e entra na expectativa de enfim poder resgatar e com vida a Rainha Miranda e o Príncipe Drake, podendo enfim voltar à felicidade normal em nosso país.

    Imagem
    O príncipe Drake Crawford num momento de descanso na Academia de Armas

    Não é segredo para ninguém, entretanto, que uma numerosa tropa, de pelo menos metade de nossos soldados e cavaleiros, conforme alguns dizem, para a direção da fronteira norte. Desejamos é claro, o sucesso nessa campanha e aguardamos ansiosos qualquer noticia positiva sobre o assunto.

    Por: Stanislaw Pomenore

    -----xxxx-----

    Malacar em desgraça: a vida de um traidor

    Imagem
    O marques Marlacar Rutteford


    Todos sabem das inúmeras lendas que acompanhava o poderosíssimo Marques de Rutteford, Malacar Rutteford. Homem rigoroso no cumprir das leis, que não aceitava nenhum mínimo erro no cumprimento das leis. Considerado um dos mais rígidos juízes com sentenças muitas vezes consideradas cruéis. Pois parece que tudo isso era apenas uma máscara, onde o marques escondia sua verdadeira face, a terrível face de um traidor. Não se sabe ainda nada de concreto além do desaparecimento desse antes de ser descoberto o assassinato do Visconde de Newmark. Acredita-se até que se prove o contrário que o marques Malacar Rutteford é o principal suspeito desse assassinato, com base não somente em sua pretensa fuga, mas também com provas obtidas em seus aposentos pessoais e em depósitos de suas contas.

    Não sabemos exatamente como o reino vai sobreviver a tão profunda crise, principalmente porque o indício de traição,como o constam nos cartazes espalhados pelo reino, sugerem ser o marques Malacar Rutteford um dos responsáveis pelo desaparecimento e provável seqüestro da Rainha Miranda e seu filho Drake. Nos referidos cartazes existe não somente a deslumbrante recompensa de 500 drakmans, como também a indefectível frase de procura-se morto ou vivo. Parece que o marques caiu do cargo mais poderoso do reino depois do Rei para o mais injurioso, tendo se tornado um simples fugitivo da polícia.

    Relatos dizem também que o título e terras foi retirado da família, e mulher e filho do marques devem sair das antigas terras familiares. Comenta-se que provavelmente o mesmo título e terras passará para algum outro nobre. Mas não se sabe ainda qual seria. Maiores notícias a qualquer momento ou na próxima edição.

    Por: Lavinia Catware

    -----xxxx-----


    Assassinato de Morgan Newmark

    Imagem
    O falecido Visconde Morgan Newmark


    A digníssima família de Newmark, que controla o condado de Newmark, cujo progenitor, o ancião Vanderly Newmark, Conde de Newmark, está em luto. Família com antepassados que a milênios assiste pessoalmente os reis Crawford, tornaram-se donas por hereditariedade do cargo de administrador do castelo real.

    O cargo atualmente estava nas mãos do filho do conde Vanderly Newmark, o visconde Morgan Newmark. Ninguém informou realmente o que aconteceu ou o que o Visconde pretendia achar em suas pesquisas em contas bancárias de todos os nobres. Mas o certo é que deve ter achado alguma prova contundente contra algum dos nobres do conselho, uma vez que apareceu assassinado, em cima dos mesmos livros bancários.

    O principal suspeito é ninguém menos do que o ex-Conselheiro Chefe, Malacar Rutteford, ex-Marques de Rutteford (veja a reportagem nessa mesma edição), que agora é procurado por traição e assassinato, e os bens e títulos da família foram retomados por Vossa Majestade, o Rei Zemune Crawford.

    Com o pesar a dor do luto, o Conde Vanderly Newmark, morreu de um ataque cardíaco fulminante, tendo à família a triste incumbência de enterrar os dois ilustres membros. Como forma de retratação à triste fato, o Rei Zemune deu então para o filho mais velho, o título de Marques. Steph Newmark, já chegou à corte e assumiu o cargo do pai, além de ter assumido como Conselheiro. Nossas condolências à família.

    Por: Stanislaw Pomenore

    -----xxxx-----


    Escola para todos: Condessa Echevaria

    Imagem
    A elegantíssima Condessa Laura Echevarria

    Numa surpreendente manobra política do combalido e desacreditado Ministro da Magia, Conde Nestor Lindberg, surgiu essa semana o anúncio da instituição de um novo projeto educacional do governo. O projeto, será realizado pela digníssima Condessa de Echevaria, proprietária e Diretora da Escola Lafker. Consta que a partir da data de inauguração da escola, crianças de qualquer classe social serão alfabetizadas. Inicialmente serão abertas apenas dez vagas, e as aulas serão ministradas pela manhã, pela professora de artes da Lafker, Nathalie Reeves.

    A Condessa de Echevaria deu a seguinte declaração quando procurada por nossa equipe.

    - É um projeto que tento implantar há mais tempo, pois sei que os súditos precisam de mais oportunidades de empregos e acredito que a melhor solução seja mesmo a educação. Com esse projeto, embora que ainda em forma inicial, estou tentando universalizar o conceito de escola para todos. Agradeço de antemão, ao Conde de Lindberg, que acreditou no projeto e conseguiu liberar o projeto.

    Imagem
    Conde Nestor de Lindberg


    O Conde de Lindberg quando procurado por nossa equipe não quis dar informações, uma vez que estava segundo suas próprias palavras muito ocupado em estudos importantíssimos. Embora até concordemos com a premissa básica desse projeto, ainda não acreditamos que os habitantes de Vaywa sejam tão modernos assim, e permitam aos filhos não o treinamento habitual numa nova profissão, mas o estudo. Segundo alguns súditos, que responderam a nossa pesquisa, muitos se recusarão a permitirem os filhos os estudos, uma vez que segundo eles “saber ler, escrever e fazer contas não trará nada de bom para os súditos, sendo portanto, mais útil na opinião desses o treinamento em profissões mais simples, como lacaios, escudeiros, cavalariços e criados, que não precisam desses luxos de ler.”

    Apesar dessas opiniões contrárias, desejamos sorte ao novo empreendimento do governo.

    Por: Lavinia Catware
    Imagem
    0

    #3 Membro offline   Vaywa Ícone

    • Apoio
    • Informações do RPG
  • ID: 2

    Postou 12 agosto 2011 - 09:52

    Matéria secreta: Arion em novo local



    Num pequeno espaço ao final da página, existe um espaço em branco, cujos leitores nunca descobriram a utilidade. Na verdade é um meio de comunicação entre os habitantes mágicos e somente poderá ser lido, se dito em voz baixa o feitiço. Os habitantes que não têm magia não conseguem ler essa matéria.

    O antigo acampamento de Árion foi finalmente modificado de lugar, devido a necessidade de segurança. Com as tropas do governo entrando a todo o tempo na floresta, foi necessária e urgente essa mudança. Por segurança os habitantes de Gamble que ainda não foram descobertos, não saberão ainda a localização. Mas os meios de comunicação que usamos continuam os mesmos.

    Por: Pamela
    Imagem
    0

    #4 Membro offline   Vaywa Ícone

    • Apoio
    • Informações do RPG
  • ID: 2

    Postou 12 agosto 2011 - 09:58

    Ockley: o casamento da princesa Amy Ockley e do príncipe Drake Crawford

    Imagem

    Numa inesperada e bem planejada manobra, o magnífico rei de Melifius Ockley anunciou hoje que o prisioneiro, o príncipe Drake de Vaywa, casou-se com nossa herdeira real, formando assim uma bem vinda aliança com o rico país vizinho. O Conselheiro Real informou que tal providência vai permitir ao reino terras a mais na fronteira, onde possa enfim ser empreendidas plantações que possam alimentar nosso reino.

    Imagem

    Talvez com essa inesperada aliança seja enfim possível ao país entrar no Conselho dos Reinos, e ter enfim algum poder de troca para que seja possível melhoras nas condições de todos e riqueza para Ockley.


    Por: Merindel Kadmore
    Imagem
    0

    #5 Membro offline   Vaywa Ícone

    • Apoio
    • Informações do RPG
  • ID: 2

    Postou 12 agosto 2011 - 10:00

    Personagem do mês

    Imagem

    A cada mês será feita uma entrevista com algum personagem. Ninguém poderia ser melhor para começar essa sessão do que Vossa Majestade, o Rei Zemune Crawford, de Vaywa.

    Ivan Pavolivski: Em primeiro lugar quero agradecer por dispor de seu ocupado tempo para nos conceder essa entrevista. Sei muito bem que sua biografia é ensinada em todas as escolas, e conhecida por todos os cidadãos. Mas peço que nos diga em poucas palavras quem é o Rei Zemune Crawford.

    Rei Zemune Crawford: Como patrono da cultura, nunca poderia me recusar a dar a entrevista para o primeiro jornal do reino de Vaywa. É um prazer dar essa entrevista. E como disse não existe muito mais a ser falado. Sou o 15º rei da monarquia Crawford. Tendo sido criado para governar essa grandiosa terra. Tenho orgulho de ter me casado com umas das mais lindas e gentis Rainhas dos tempos atuais, Miranda Crawford e de ser pai do que foi considerado campeão das justas dos últimos três anos, o príncipe Drake. Tenho orgulho também do meu país, e de tudo o que conseguimos realizar desde que iniciei meu governo.

    I.P.: Falando em sua mulher e filho, como tem convivido com o desaparecimento dos dois? Existe alguma notícia sobre isso?

    Z.C.: A dor que sinto continua sendo insuportável. Mas nunca perdi a fé de que serão encontrados com vida e com saúde. As investigações continuam sendo feitas, mas não posso informar nada, para não atrapalhar o resgate de meus entes queridos.

    I.P.: O que afinal aconteceu com o Marques Malacar Rutteford, o ex-Conselheiro Chefe do Conselho do Reino?

    Z.C.: Com tristeza relato aqui que infelizmente o marques de Rutteford é comprovadamente um traidor da pátria, estando por trás do seqüestro de minha esposa e filho. Quando percebeu que ia ser pego, desapareceu, mas está sendo procurado por todo o país. Como dizem os cartazes, vivo ou morto. Embora honestamente gostaria que fosse vivo, para vê-lo morrer na forca como morrem os traidores.

    I.P.: Quer dizer então que foi ele quem matou o digníssimo Visconde Morgan Newmark, o administrador do Castelo?

    Z.C.: Sim, o visconde estava fazendo uma investigação secreta nas contas de todos os nobres do Conselho do Reino. Por seu cargo, era uma das poucas pessoas que sabia disso. O livro contendo os dados de suas contas desapareceu, mas pudemos comprovar que existia quantias muito superiores aos seus ganhos comprovados. É o principal e único suspeito do assassinato, sempre provavelmente o assassinado declarado pela justiça, uma vez que o julgamento a revelia está transcorrendo já.

    I.P.: Fiquei sabendo que após essa crise o Conselho do Reino está passando por reformas. O que vai realmente acontecer com o Conselho do Reino?

    Z.C.: Sim, realmente ao examinar as contas, descobrimos muitos problemas. Alguns dos nobres que não conseguiram explicar a fonte dos rendimentos encontrados foram afastados até que provem. Além da exoneração do Ex-Conselheiro Chefe, Marques de Rutteford, e dos outros nobres, cujos nomes não posso ainda revelar, já foi convidado para entrar no Conselho, o novo Marques Steph Newmark, cujo título de marques recebeu após a morte do avô e pai. Outros nomes estão sendo investigados, e acrescentados a lista. Além disso, agora o Conselho terá que me manter atualizado semanalmente sobre todos seus atos. Menos liberdade e mais responsabilidade, em resumo.

    I.P.: Como fica a lei contra a magia, será revista, como ouvi a poucos dias de uma fonte sigilosa ou continuará tão rigorosa quanto é atualmente?

    Z.C.: Sim, na verdade esse não é um boato. Depois de quase mil anos a lei precisa ser revista e remodelada. Muitos dos artigos não condizem mais com a realidade. Mas ainda não sabemos exatamente o que poderá ser modificado ainda na lei. Também é necessário relatar que o Ministro da Magia, o Conde Nestor de Lindberg está autorizado a implantar grupos de estudo sobre magia. A discussão principal será que somente os nobres poderão desenvolver a magia ou se súditos terão também esse direito.

    Ping-Pong
    Cor preferida: Azul Marinho
    Data de aniversário: 11 de abril
    Hobbie: Não tenho tempo para isso
    Seu ídolo: meu pai
    Homem bonito: não entendo do assunto
    Mulher bonita: Miranda Crawford, minha rainha
    Livro preferido: O príncipe, de Maquiavel
    Se você fosse para uma ilha deserta "quem" ou "o que" você levaria?:. minha esposa, claro
    Comida preferida: Adoro comida francesa, Coq au vin, é meu prato preferido.

    Por: Ivan Pavolivski
    Imagem
    0

    #6 Membro offline   Vaywa Ícone

    • Apoio
    • Informações do RPG
  • ID: 2

    Postou 12 agosto 2011 - 10:01

    Equipe do Gazeta de Vaywa


    Direção Geral Ivan Pavolivski

    Direção de Redação
    Ivan Pavolivski

    Redação
    Ivan Pavolivski
    Lavinia Catware
    Merindel Kadmore
    Pamela
    Stanislaw Pom

    Criação e Diagramação
    Jussara

    Ilustração
    Jussara

    Imagem
    0

    Página 1 de 1
    • Novo tópico
    • Responder

    1 usuário(s) está(ão) lendo este tópico
    0 membro(s), 1 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)